quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Moço

Sabe moço por vezes me deixas sem voz.
Por vezes ouvindo tua voz volto ao nosso momento.
Fecho os olhos e me permito rever
Teus olhos.
Tuas mãos.
Tua boca.
Quando tudo esquenta digo a mim mesma: Pare.
Foi tudo tão intenso e ao mesmo tempo natural.
Que me pergunto foi real?
Aí me recordo das sensações.
Do cheiro, do desejo transbordando de nós.
Ahh!!! Sim foi real.
Por vezes alguém diz ou faz algo que
me lembra você e lá estou novamente.
Te desejando.
Te querendo.
Sei que já te falei isso.
Com a voz rouca e meio presa na garganta.
E quanto mais os dias passam...
Mais essa vontade louca de você aumenta.
Moço!!! Preciso sentir novamente
Teu gosto.
Teu gozo.
Teu beijo.
E ser tua...
Novamente...


Nenhum comentário: