sexta-feira, 1 de março de 2013

Guerra



Hoje estou aguerrida!
Cansei de esperar.
Vou à guerra mais uma vez.
Que culpa tenho se não és o suficiente pra mim?
Nenhuma!
Mereço traçar meu caminho.
Quero o êxtase que não podes me dar.
Sei quantas vezes fiz teu sangue correr.
Tua pulsação e tua respiração falharem.
Mas pra mim isso não é suficiente.
Parto com a convicção que te deu o melhor.
Ou pelo menos o que podias suportar.
Sou cria da noite e das estrelas.
Tentei me aquietar...
Tentei nublar meus pensamentos.
Desviar dos meus desejos.
Tudo em vão.
Ao me negar o que ganhas com isso?
Nada!!!
Eu sim perco. 
Isso não me satisfaz.
Então parto novamente para a guerra.
Isso aqui não me pertence
e nem eu a esse lugar.
Sou infinita
assim como qualquer um.
Transmuto a cada alvorecer e anoitecer.
Assim sou eu e se quiseres tu também!

Nenhum comentário: