sábado, 10 de setembro de 2011

Caminho por becos escuros, procurando algo
O corpo treme de medo e desejo e me pergunto:
Como vim parar aqui?
Aí me vem a lembrança, tuas mãos percorrendo meu corpo.
Suspiro, continuo a entrar e sair de lugares nada convencionais.
Aliás não somos convencionais. Por isso te procuro, te busco
em todos os lugares sujos da cidade. Não me importo com
olhares gulosos, com mãos que querem me prender...
Tenho somente um destino, teu corpo...
Quero te entregar meu desejo, minha dor e meu gozo.
Pra te sentir satisfeito e saciado.
Não estou atrás de rótulos ou de nomes bonitos.
Só quero que tomes meu corpo e me ensines a te saciar...
Pecado? Não acredito nisso.
Desejo? Com certeza, o mais profundo.
Medo? Faz parte do jogo.
Sorrio pois adoro o Perigo!!!!

Nenhum comentário: