domingo, 10 de julho de 2011

Experiências Baunilhas Parte II

Bem depois do fiasco com dois homens me vi diante de um namorado ciumento e que queria mandar até na roupa que eu usava. Morávamos perto, então todas as noites ele ia em casa. Quando percebi que a coisa estava tomando um rumo perigoso, resolvi sentar e conversar com ele. Fui sincera. Não quero me casar novamente e nem mesmo morar com alguém. Resultado perdi o namorado. Mas o sexo com ele era ótimo. Tinha uma pegada forte. Umas mãos deliciosas. Um peitoral e tanto e uma bunda que só de lembrar me dá àgua na boca. Ele era mais alto que eu. Então fazer sexo em pé, era uma delicia. No chuveiro então... Aiaiai... Mas o melhor era quando a ele me pegava por trás com aquelas mãos enormes puxando meus cabelos e outra apertando meu seio até doer. Acho que foi aí que a submissa em mim começou a colocar as manguinhas de fora. Ele adorava ser chupado e acariciado no ânus. A primeira vez que comentou, pensei ele é maluco. Não vou fazer isso, nem fudendo. Menti pra mim mesma. Fiz e adorei. O sexo com ele era realmente gostoso e sempre tinha uma novidade. O que estragou foi querer ser marido ao invés de namorado.
Falemos agora de mulheres. No meio BDSM é normal que o Dominador queira uma submissa que aceite estar com outra submissa para satisfazê-lo e mesmo que mantenham relação entre si. Já mantive relação sexual com mulher. E sendo de uma sinceridade extrema. DETESTEI, faltou algo. Faltou o essencial. Não pensem que é o pau, o caralho, o pinto... Faltou isso também é claro. Faltou o cheiro de homem, a pegada e o gozo. Trocando em miúdos não é minha praia. Mas não posso negar que as mulher faz de tudo para que a outra se sinta satisfeita. Haja língua... E todas as minhas experiência foram de cara limpa. Sem bebida ou drogas. Então sei do que estou falando.

Nenhum comentário: