terça-feira, 25 de novembro de 2008

Mestre



Cerro meus lábios teimosos
que a todo custo buscam os teus.
Fecho os olhos que procuram pelos teus.
Meu corpo enlanguecido só desperta ao teu toque.
Qual a magia que possuís?
Por que essa fascinação por ti?
Essas perguntas rondam meu ser constantemente.
As respostas:
És tudo o que eu sempre desejei.
Outra vez cerro os olhos e adormeço.

Nenhum comentário: