quinta-feira, 23 de maio de 2013

Aspiração


Mais um dia principia. Será mesmo?
Tudo as vezes me parece tão igual, tão monótono...
Mas espera estou tentando me enganar.
Uma parte de mim sabe que nada mais é igual ou monótono. 
Uma pequena parcela que está sendo despertada.
Não sinto medo. Só me deixo ir. Sem forçar minha natureza.
Sem pressionar meu coração. Deixo ir. Deixo acontecer.
Claro que me pergunto se não poderia ser mais rápido ou mais forte a sensação.
E quando me dou conta estou me respondendo: Isso não estaria de acordo com a minha própria personalidade, com meu desejo, com minha aspiração.
O que vem ocorrendo comigo, está sendo natural.
Certo que tenho meus momentos de terror.
Em que penso em largar mão, desistir e coisas do tipo mas, lá onde ninguém pode me ver, nos recônditos do ser espiritual que sou, sei que não há porque desistir.
Afinal estaria desistindo de mim. E não aceito isso.
Cansei de tentar não ser eu. Cansei de brincar de esconde esconde.
Encaro meu eu, aos poucos é bem verdade. E como é natural nego a mim mesma.
Que obsessão mórbida é essa? A negação é algo cansativo e claustrofóbico.
Tenho em mim que não caibo mais em mim mesma.
Que essa expansão vem acontecendo há muito tempo e só agora me dei conta.
Minha necessidade de descoberta, de ascensão me dá medo, sem dúvida mas, é mais forte do que eu.
Faz meu ser vibrar em compasso com o Universo.
Faz com que minha consciência ultrapasse os limites que eu mesma plantei.
Estou surpresa comigo. Quando noto que venho mudando lenta e inexoravelmente.
Não são mudanças que se notem. Não são costumes. É algo que ainda não tem nome.
Algo que está aqui mas, também está além. Não há ainda como explicar esse algo.
Só consigo sentir e as vezes somente por alguns instantes.
O que importa é que sei que esse algo está comigo, que pulsa, que me impulsiona para trilhar um caminho com o qual nunca havia sonhado.
E fechando os olhos posso sentir o sorriso que é compartilhado com ele.
Aspiro a transcender a mim mesma e nada além.
Meu inimigo sou eu. Assim como sou minha aliada.
Em um desses mundos sei que ele estará me apoiando.
E sorrio. Pois agora minha aspiração é chegar até ele.
Tocá-lo e sorrir em ao mesmo tempo.

Nenhum comentário: