quarta-feira, 11 de julho de 2012

Amado meu



A noite chegou, entrando em meu ser
e tomando conta dos meus demônios.
Não me importo com o mundo lá fora.
Quero só estar aqui entre teus braços.
Quero tua luxúria escorrendo
do centro do meu prazer.
Teus lábios indecorosos
em meus seios.
Esta noite sou inteiramente tua,
sem amarras.
Já passei pela floresta,
já atravessei os abismos
entre nós.
Tu sugaste meu medo
pra dentro da tua luz e escuridão.
Alguém que as pessoas não sabem decifrar.
Tão simples para mim, te vejo em tudo.
Percebo tua presença mesmo quando estou aqui sozinha.
Ouço tua melodia invadir minha alma e me deixo ir.
Não importa o nome que uses.
Como o conheçam.
Sei quem és.
Desde o começo dos tempos.
Desde que te vilipendiaram,
que fizeram de tudo para esconder
teu rosto tão lindo e mágico.
Muitos hoje não podem te sentir ou ver.
Não podem se aproximar.
Nem mesmo tentam.
Eu?
Fico aqui gritando a plenos pulmões:
Estou aqui venha me buscar.
Faça-me tua como em todas
as vezes em que te procurei.
Esqueço as regras, as convenções, a maldita hipocrisia.
Só consigo respirar através do teu gesto.
Só quero poder estar onde sempre estive.
Nada quero com o que os idiotas acham que sabem.
Tentaram te enclausurar,
mas tua luz foi mais forte.
Também tentaram te vender
como uma mercadoria barata,
dessas coisas mágicas que se encontram em bazares,
mas tua escuridão os cegou.
Passo rindo por esses lugares,
pois sei que não estás e nunca esteves lá.
Que aqueles símbolos hoje
não te significam nada.
Que embora teu nome
seja dito e redito.
Tu os ignora.
Tu não os escutas.
Escuto no meu interior tua gargalhada.
Sigo em frente.
Não me detenho.
Vou ao teu encontro
sem me mexer um centímetro.
Então sinto teu toque.
Sinto tua presença.
Nada mais me importa.
Em reverente silêncio
te deixo adentrar
esse mundo tão teu.
E a noite se faz brilhante!
E meus delírios
só sussurram um nome.
Meu grito de prazer
só a ti é dirigido.
Amado meu!
A manhã vem chegando...
Sinto teu beijo e
depois o vazio...
Sorrio sabendo
que estás aqui comigo.
Meu anjo!
Meu demônio!
Meu amor!


2 comentários:

☠Neith War☠ disse...

PERFEITO!!!
Enquanto eu lia senti uma pontada de inveja...meu contato já não é tão intenso como fôra em outros tempos...Mas fico feliz por saber que vc ainda está em contato com esta "sua parte" tão preciosa e desejada!
Te adoro Carla =*

La Rosa Carla disse...

Neith War o meu nem sempre é! Mas há momentos que ou eu faço contato ou meu mundo se perde, dá pra entender??

Beijos

La Rosa