domingo, 31 de julho de 2011

Sub sem Dono

Está frio e chovendo. E eu aqui sentada digitando mais uma das minhas reflexões. Fico me perguntando o que afasta os dominadores de mim. Ou mesmo o que me afasta deles. Recebo elogios e cantadas? Claro que sim mas tudo de maneira virtual. Tudo na rede onde qualquer um pode ser um Deus ou um Demônio. Embora eu prefira o caminho da mão esquerda. Claro que dependendo do Deus, abre-se uma exceção. Toda submissa quer um Dono!?? Obviamente sim. Mas será qualquer um? Um cara que chega já chamando de cadela e pensando que manda? Vou citar alguns exemplos clássicos que já li e ouvi nesses seis anos. Hoje em dia me divirto ao ler determinadas passagens mas houve época em que fervia dentro da roupa de indignação; com o tempo descobri que eles precisavam de tratamento ou no mínimo recuperar a auto-estima e usavam as submissas pra isso, já que tratamentos com pscinalistas e afins custaria muito caro. Vamos aos exemplos: Cadela fica de quatro e me chupa!! Como assim, estando a pobre coitada usando o teclado e o fulano sabe-se os Deuses em que lugar da Terra??? Outro: Puta ou Cadela tira a roupa e se mostra pra mim. Ok! Se estivessem cara a cara, ele nem precisaria mandar... Afinal sabemos o que devemos fazer. E com prazer tiramos as roupas deles... E detalhe com cuidado para não amassar, depois ainda dobramos as roupas e deixamos tudo arrumadinho. Agora tirar a roupa para uma webcam??? Será mesmo que o tarado que está do outro lado é um dominador? Ou terá problemas com ejaculação? Vou considerar que alguns dominadores gostam de infligir a suas submissas castigos desse tipo. Até aí tudo bem, ele tem a posse e pode sim fazer com ela o que quiser. Tudo dentro do que foi acertado e combnado entre eles. Mas cá entre nós: Um cara se intutula dom e entra no MSN de uma submissa digitando ordens absurdas e a chamando de cadela e puta sem ser dono dela e a moça ainda tem de aceitar e digitar sim Senhor???? Sinto muito, comigo isso não funciona. Se o Dominador quer ser respeitado ele tem de me respeitar também. Se ele quer mandar, bem ele precisa de alguém em quem mandar mas isso não quer dizer que serei eu. Amo ser submissa mas acima de tudo amo ser eu mesma. Não deixo de ser a mulher que sou para ser submissa. Uma completa a outra. Tenho personalidade. Descobri que para ser submissa primeiramente tenho de me amar e saber o que sou. E mais o que tenho a oferecer, porque entregar meu corpo é parte do pacote... Mas o que o verdadeiro dominador quer, acredito eu, é minha alma. Que está muito bem guardada a sete chaves... Por que? Meu tesouro se renova todos os dias. Meus desejos insanos e devassos necessitam de mãos fortes e um corpo ágil para domar esse ser simples e complexo... A submissa em mim. Ainda aguarda o Dominador que será o DONO...

6 comentários:

Tattourouge disse...

Yasmim,

acredito que se você pensa assim com escreveu, talvez não haja DOMINADOR capaz de tê-la como submissa. Desmérito DELES, pois, você esta certíssima.

Concordo em número, gênero e grau contigo!

Torço para que em breve, algum DOMINADOR seja capaz de domina-la com força e sabedoria suficientes.

Beijos carinhosos,

ÍsisdoJUN

Cavaleiro Errante disse...

Identifico-me com seu ponto de vista.
Paranóia não se trata através da D/S.
Sumissa não é ser burra!

yasmin so yasmin disse...

Resumindo querida Isis tô ferrada !! rsrs

Mas ainda persisto

Beijos

yasmin so yasmin disse...

Obrigada Cavaleiro Errante...

Mas acho que estou meio que encalhada KKKKK

E de burra não tenho Nada rsrs

Beijos e obrigada por ler

MestreDosDesejos disse...

Há muitos que acham qu ser arrogantes, dar uma de mandão e sem modos nem maneiras são Dominadores. Dominar antes de tudo é ter o prazer pela posse que se pretende, para seus prazeres e vontades. E como predador, sentir o sabor doce da carne da presa, como um fato hipnótico que lhe eleva como tal.
Tem muitos Doms e Dommes, que não gostam do sexo de sua presa e poem nisto suas frustrações e emoções no trato, se assim é melhor treinar algum esporte de combate que o efeito será o mesmo.

Como falei, um dominador é nato, quando ele domina só pelas simples ideias que possui. Que expõe sem o intuito da caça, mas já encantando pelo que é e sente.
No simples olhar, no simples flexionar do verbo numa conversa, a sub sente em suas entranhas o macho dominante que tem sua entrega incondicional, mesmo sem ele saber.
Daí então é só uma questão de vontade e do Dominador querer tomar posse do que já é seu.

yasmin so yasmin disse...

Quem sabe Mestre dos Desejos eu necessite de um Dominador como esse que o Sr acabou de descrever... Mas estou em compasso de espera...

Sim concordo sobre o começo do seu comentário... Penso muito parecido, e não tolero que me tratem mal ou queiram me usar para algo que deveria ter um tratamento psicológico...