domingo, 22 de maio de 2011

Escrever

Até bem pouco tempo atrás nunca havia enfrentado problemas para escrever. Sempre adorei poemas, poesias, contos.
Agora tenho um texto montado na mente mas simplesmente não consigo trazê-lo para a ponta dos dedos. Travo todas as vezes que me sento em frente ao computador para escrever. Retirei do blog um texto porque quando o li pensei: Que droga de texto é esse?? Sou muito crítica e procuro manter um certo tipo de escrita. Recentemente também descobri que não escrevo mais poesias. Escrevo algo mais jornalístico. Claro que a gente evolui. Que as mudanças ocorrem numa velocidade espantosa por vezes. Aí fico me perguntando mudei tanto assim? Em uma conversa com o DONO ontem, ELE me disse que mudei sim mas, que sempre fui um tanto dura. Aí parei e fiquei pensando: Dura? E no final das contas o DONO está coberto de razão. Sou dura comigo e por consequência com tudo o que me cerca. Talvez isso agora esteja se refletindo na minha escrita. Então fico aqui, navegando e lendo textos. Tentando que algo desperte meu anseio de escrever. Mas, até agora nada. Será que perdi o jeito? E agora? Onde reencontrá-lo? Gosto de escrever, escrevo pra mim mesma, pelo prazer de ver em linhas o que minha alma e coração sentem. Por vezes de entender quem sou eu ou o que posso ser. E agora não consigo me expor nem mesmo pra mim mesma. O que raios está acontecendo comigo? Não sei. Só sei que sinto falta da inspiração. Sinto falta daquele frêmito que percorre meu ser a cada vez que escrevia um texto. Porque todos eles são partes de mim. Meus sonhos desejos, medos, solidão, amor, vazio, vida... E agora me sinto vazia. Espero que isso passe logo. Quero escrever!!!!!

Nenhum comentário: