quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Vazio



Noites e noites,

solidão, depressão

e o pior tudo em vão.

No meu silêncio

ouço os gritos do meu ser.

Querendo extravazar

a solidão e o medo do vazio.

O cansaço invade meus membros

e sinto o coração vazio e despedaçado.

Pergunto a mim mesma

se ouso acreditar em amor.

A resposta?

Não sei;

Ou na verdade prefiro

não ter de encarar a mim

mesma depois da resposta.

O sexo as vezes é relativamente bom,

satisfaz meu corpo mas não toca meu espírito...

E com isso vou caindo

mais e mas nessa escura solidão.

Nenhum comentário: