terça-feira, 25 de novembro de 2008

Ansiando pelo Dono



Noite. Estou dormindo.
Desperto, tudo em mim pulsando.
Coração batendo feito tambor enlouquecido.
Saio da cama, perambulo pelo quarto
acendo um cigarro, tenho um sorriso marato
relembro o sonho tão vívido.
Tenho de conter o desejo.
Desejo por alguém que passeia por meus sonhos.
Nunca vejo o rosto.
Só sinto a presença que toma conta de mim,
sinto o olhar cravado no meu.
O cigarro acaba e fico a cismar,
perguntando quem poderá ser esse que
inebria a minha alma?
No silêncio do quarto,
ainda posso sentir o desejo
passeando pelo corpo.
Suspiro e busco meu leito.
Deito e digo não sonhe.
Pare de chamar por Ele.
me respondo bem que tent mais
é mais forte que eu.
Vou resvalando para os sonhos
com um sorriso nos lábios.
Um dia ainda vamos nos encontrar.
Assim entregarei aos pés Dele
os sonhos, anseios para que faça deles
o que quiser.
Serei obidiente, leal e Dele,
sempre ou até quando Ele assim desejar.
Serei feliz em estar deitada
aos pés do Dono...

Nenhum comentário: