quarta-feira, 13 de junho de 2007

Enlaçados



Nessa noite de gozos e dores.

Pulsantes os corpos.

Delirantes de desejos.

Servil ao teu comando.

Extremeço perante teus olhos.

Na cadência do amor, me deixo levar.

Faça do meu corpo o que quiseres.

Desejo cada desejo Teu.

Meus quereres refletem os Teus.

Somos consumação e extâse.

Somos unos, nesse momento.

Reinas soberano neste corpo Tão Teu

que nos meus mais desvairados desejos,

penetras tão profundamente.

Abro-me para receber e Te dar

o prazer contido em meu ser.

Realizo-me ao sentir Tua mão,

deslizando, machucando, me tornando... Tua...

Nesse bailar, nessa noite sem fim

da minha submissão

da Tua dominação.

Faz de mim Tua, sempre.

Nenhum comentário: