terça-feira, 15 de maio de 2007

Avanço



De repente tudo parece sem sentido...

Vazio... Imenso e Triste.

Estou presa dentro da minha dor.

Mas sei que a dor amenizará.

O tempo é o melhor remédio...

Vou superar a mim mesma mais um vez

Como tenho feito todos os dias.

O que vem pela frente?

Os Deuses me dirão.

Avanço, pois tenho dentro do meu espírito

a certeza de que serei feliz.

De que a minha entrega será verdadeira.

De que a minha alma terá um porto seguro.

Avanço, pois não me detenho em misérias.

Avanço, pois vou atrás dos meus sonhos.

Não me dou por vencida.

Não me vejo derrotada.

Sou Fênix a renascer da própria dor,

a renascer das cinzas com nova plumagem.

Meu amor não é fraco ou mesmo pequeno.

É sim do tamanho do coração de quem o receber.

De quem o merecer porque amor, deve ser merecido, sempre.

Olho ao redor e me vejo distante de tudo.

O que ocorrerá agora?

Erguerei minha cabeça, com altivez

própria a minha submissão.

Sou guerreira por natureza.

Sou meiga quando encontro guarida para tanto.

Sou selvagem quando meus instintos afloram.

Sou menina quando me sinto desamparada.

Sou uma mescla de mulheres dentro de um único ser.

Isso sou eu, hoje e ontem.

Isso sou eu sempre.

Mesmo com a alma ainda machucada.

Essa sou eu, a que supera limites.

A que chora baixinho e depois

seca os olhos e segue em frente.

Simplesmente por saber que o ontem já passou,

o amanhã não existe, o que vale é o agora,

o presente, que vivo intensamente,

chorando ou rindo, em extâse ou em dor.

Assim vou me conjugando.

Assim vou vivendo.

Ansiando pela mão amiga que me guiará,

entre vários caminhos, até que eu esteja

aos pés do meu Dono.

Por isso ainda estou aqui.

E aqui reino entre dor e gozo.

Somente me mostrando em totalidade

a quem for merecedor e souber apreciar

a fêmea, a mulher, a submissa.

Porque tudo isso sou eu.

Não há como separar uma da outra.

Simplesmente porque a entrega

seria uma mentira, se faltasse só um pedaço de mim...

Estou aqui, para seguir minha jornada.

E assim farei.

Nenhum comentário: